sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Marcio Canella e Soraya Santos juntos por Belford Roxo

BELFORD ROXO - O primeiro suplente de deputado estadual, Cristiano Santos – PRP – mostrou prestígio no almoço organizado por ele na churrascaria Oasis, na Via Dutra, no ultimo sábado (23 de agosto), onde reuniu lideranças de peso de Belford Roxo para declarar apoio à Soraya Santos candidata ao cargo de deputada federal pelo PMDB .

O vereador mais votado da historia de Belford Roxo, Marcio Canella, candidato à deputado estadual pelo PSL participou do encontro. Canella está feliz com a dobrada que faz com Soraya, e este foi o principal assunto do almoço. Canella se empenhará na campanha de Soraya pois quer o melhor para Belford Roxo. Soraya assumiu compromisso com Canella de ser a Voz de Belford Roxo na Câmara Federal em Brasília para mandar recursos para a cidade.

Juntos nesta parceria estavam, o deputado federal Alexandre Santos (marido de Soraya Santos), os vereadores, Nuna, Rodrigo com a Força do Povo, Fábio Flores, os suplentes, Professor Ronaldo, Sérgio da Raiz, Ziquinho Lanches, Xandy Família, Heron, Binho, o advogado e consultor político, Dr.Fabiano e diversas lideranças de Belford Roxo.



Via Notícias de Belford Roxo


Prefeitura promove curso de biossegurança na área da beleza e estética em Belford Roxo

BELFORD ROXO - Nesta quinta-feira (28 de agosto), a Prefeitura Municipal de Belford Roxo, através da Secretaria Municipal da Saúde e da Subsecretaria Executiva de Vigilância em Saúde, realizou mais um curso de capacitação, na Associação Comercial Empresarial de Belford Roxo, no bairro Heliópolis. Dessa vez, o tema debatido foi “Biossegurança na área da beleza e estética”.

Com duração de 3 horas, o curso foi direcionado aos profissionais prestadores de serviços em estabelecimentos de beleza e estética, como 
cabeleireiros, barbeiros, manicures, pedicuros, podólogos, depiladoras (estética facial e corporal), massagistas (relaxante, banho de ofurô, drenagem linfática ou estética) e atividades similares. Ao final, todos os presentes receberam um certificado de participação.

A proposta do encontro foi repassar orientações sobre as diversas situações corriqueiras nos estabelecimentos de beleza, esclarecendo as normas de adequações às exigências da Vigilância Sanitária (Lei 12.592/12, RDC ANVISA nº 63/2011 e Biossegurança).

Na ocasião, estiveram presentes o Superintendente da Vigilância Sanitária, Marcio Bravim, o Diretor de Fiscalização da Saúde, Vinicius Augusto, a representante do Departamento de Informação, Educação e Comunicação em Saúde (IEC), de Campos dos Goytacazes, Vivian Lanunce, e o Assessor Técnico da Vigilância Sanitária de Campos dos Goytacazes, Antonio Carlos Vangarges.
“Queremos atuar de forma preventiva junto aos microempreendedores de Belford Roxo. Afinal, as ações quando são educativas conseguem evitar, na maioria das vezes, uma interdição dos estabelecimentos por problemas sanitários. Em breve, levaremos o curso para outras localidades para que mais profissionais tenham acesso a esse tipo conteúdo”, concluiu o Diretor de Fiscalização da Saúde do município, Vinicius Augusto

Via imprensa PMBR
Foto Leonardo Hortêncio



.

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Mãe de irmãs mortas em Belford Roxo: ‘A dor vai virar minha luta por justiça’

BELFORD ROXO - A mãe das irmãs encontradas mortas em Belford Roxo falou, nesta quinta-feira (28 de agosto), sobre a perda das filhas Jéssica Oliveira de Souza, de 23 anos, e Ariane Oliveira de Souza, de 18. No quarto delas, na casa em que elas viviam com o irmão, no bairro de Heliópolis, em Belford Roxo, Raquel Francisca de Oliveira deu um relato emocionado.

- Quero mostrar minha dor ao mundo para que mãe nenhuma sinta o que estou sentindo hoje. Devo isso às minhas filhas. A dor vai virar minha luta por justiça - declarou Raquel Francisca.

Desde que as filhas foram mortas, a família estava se preservando e com receio de mostrar o rosto. Aparecer em fotos foi um pedido da própria mãe. Neste momento, como disse Raquel, a dor da família vence qualquer receio de represálias:

- O que tinham para fazer de mal já fizeram com as minhas meninas. Se quiserem vir aqui, que venham. Nossa família está unida, com Deus. Somos todos pessoas de bem, como elas também sempre foram.

O desabafo da mãe foi feito na cama em que as irmãs dormiam juntas. No colo de Raquel, um retrato de quando Jéssica se formou no ensino médio. Na foto em que a jovem aparece sorridente com o diploma, Daniel de Oliveira, irmão das vítimas, escreveu a seguinte mensagem: "Jéssica e Ariane. Te amo eternamente".

- Escrevi isso no sábado, logo depois de os corpos terem sido reconhecidos por uma amiga. Ficamos todos em casa. Quando meu pai e minha mãe foram embora, decidi fazer esta homenagem. Foi o modo que encontrei para mantê-las vivas na minha lembrança. Sempre assim, sorrindo - contou o jovem.

As irmãs foram encontradas mortas no sábado, em um campo, próximo a Av. Marcovaldi, no bairro Boa Esperança, próximo ao Gogó da Ema, em Belford Roxo. Na noite anterior, elas haviam ido na casa de shows Riosampa. A Divisão de Homicídios da Baixada (DHBF) montou uma força-tarefa para analisar mais de 300 horas de imagens das câmeras de segurança da casa de shows, onde elas foram vistas pela última vez antes de serem mortas.

Via Extra/ Editado por Notícias de Belford Roxo


Irmãs podem ter sido assassinadas por determinação do traficante Parazão

BELFORD ROXO - Até dois meses antes de serem mortas voltando da boate Riosampa, as irmãs Jéssica Oliveira de Souza, de 23 anos, e Ariane Oliveira de Souza, de 18, eram caseiras e frequentavam, no máximo, os eventos da praça de Heliópolis, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense. De acordo com um parente, que preferiu não se identificar, Jéssica namorava um militar da Marinha, e Ariane tinha um relacionamento com um homem que prestava serviços em casas de shows.

— Não sabemos bem o que ele fazia, se era segurança ou trabalhava no estacionamento — diz um parente das vítimas, que preferiu não se identificar.

Nesta quarta-feira (27/08), na casa onde elas moravam com um irmão, em Heliópolis, não havia ninguém no local. Vizinhos das vítimas disseram que as irmãs foram criadas na região e costumavam ficar em casa, onde trabalhavam como cabeleireira e manicure.

Também na quarta-feira, mais parentes das irmãs foram ouvidos na Divisão de Homicídios (DH), que montou uma força-tarefa para analisar 300 horas de imagens das câmeras de segurança da Riosampa, onde as irmãs foram vistas pela última vez antes de serem mortas.

— Já conseguimos identificar as irmãs nas filmagens, mas elas estavam sozinhas. 



Estamos buscando o momento em que elas deixam a casa de shows — disse o delegado Fabio Salvadoretti.
Policiais do 39º BPM (Belford Roxo) realizaram na quarta-feira uma operação na Guacha e no Gogó da Ema, onde os corpos foram encontrados. Sandro da Silva, o Gordinho, de 19 anos, foi preso com munição e carregador. Aos PMs, ele disse que as irmãs teriam ligação com um traficante da região, que teria tentado dar um golpe nas bocas de fumo das favelas.

Ainda segundo a PM, o criminoso teria sido morto e seu corpo foi encontrado carbonizado horas antes de as jovens aparecerem mortas. Elas teriam sido assassinadas por determinação do chefe do tráfico da região, Parazão.

A DH não descarta a hipótese de vingança, mas ainda não tem elementos que comprovem as informações dadas pelo suspeito.

— Para nós, causa surpresa esta informação. Até onde sabemos, nunca tiveram envolvimento com bandido — disse um parente das vítimas, sem se identificar.




Assista ao vídeo abaixo :
 

suspeito de integrar tráfico diz que traficante cometeu crime



Via Extra / R7 / Notícias de Belford Roxo


Polícia prende acusado de praticar vários roubos de carros em Belford Roxo, Nova Iguaçu e São João de Meriti

BELFORD ROXO - Policiais da  delegacia de Belford Roxo  - 54ª DP prenderam na manhã de ontem (27 de agosto), um homem acusado de praticar roubo a veículos em diversos bairros de Belford Roxo, Nova Iguaçu, São João de Meriti e Duque de Caxias. Durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão, Douglas Calazans dos Santos, de 19 anos, foi surpreendido pelos policiais em sua residência, na Rua Agaí, em São Bernardo, Belford Roxo, e não houve resistência durante a prisão.

Segundo o delegado titular da 54ª DP, Luiz Henrique Ferreira, Douglas teria diversas passagens pela delegacia por roubo a veículos, e chegou a roubar cerca de dez carros por semana. Ainda segundo ele, o criminoso foi reconhecido por três vítimas, o que facilitou o pedido de prisão. Douglas poderá cumprir pelo menos quatro anos de pena. “O reconhecimento foi essencial para conseguirmos dar entrada no mandado de prisão. Se qualquer outra vítima reconhecer a imagem do Douglas no jornal, deverá se dirigir à delegacia mais próxima e registrar a queixa”, orienta o delegado.

De acordo com os agentes, Douglas não tinha envolvimento com o tráfico de drogas, mas alugava armas com traficantes em comunidades dominadas pela facção criminosa Comando vermelho. Em forma de pagamento, ele entregava os pertences roubados das vítimas, além de deixar alguns veículos na comunidade para serem clonados.

Roubos a veículos em Belford Roxo reduzem 40%

Uma pesquisa feita por agente da 54ª DP constatou que o número de roubos a veículos no município teve uma sensível redução em relação ao ano passado. Segundo o delegado titular da unidade, Luiz Henrique Ferreira, o número de carros roubados do início de 2013 até o dia 26 de agosto do mesmo ano foi de 83, uma redução de 40% em relação ao mesmo período do ano de 2014, que foi de 56 roubos registrados até a última terça-feira.

Via Jornal de Hoje


Suspeitos são baleados durante operação policial no Castelar em Belford Roxo

BELFORD ROXO - Dois homens suspeitos de crimes foram baleados na noite desta quarta-feira (27 de agosto) durante uma operação do Grupamento de Ações Táticas - GAT do 39ºBPM na comunidade do Castelar, no Centro de Belford Roxo. De acordo com o Batalhão, supostos criminosos entraram em confronto com os policiais que participavam da ação, dando início a uma troca de tiros.



Segundo a unidade policial, os dois feridos foram socorridos no Hospital Municipal de Belford Roxo (Joca), em Belford Roxo. Até o fim da noite eles não haviam sido identificados.

Ainda segundo o 39º BPM, durante a operação foram apreendidas duas armas de fogo, duas motocicletas roubadas e drogas. O caso foi registrado na 54ªDP (Belford Roxo).


Via Notícias de Belford Roxo / G1


Mega-Sena acumula e próximo concurso pode pagar até R$ 38 milhões

BELFORD ROXO - Os seis números sorteados no concurso 1.630 não contemplaram nenhum apostador ao prêmio da Mega-Sena, sorteado nesta quarta-feira (28 de agosto) em Osasco, São Paulo. O prêmio acumulou e a estimativa do próximo sorteio, que será realizado no sábado, é de R$ 38 milhões.

As dezenas sorteadas foram: 01-07-30-43-44-54.

Via Extra






quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Mãe de irmãs encontradas mortas e abraçadas em Belford Roxo desabafa

BELFORD ROXO - A mãe das irmãs assassinadas em uma comunidade em Belford Roxo, Baixada Fluminense, falou sobre o crime em uma programa da TVRECORD. 

Assista ao vídeo abaixo.


Via R7



Morre mais uma vítima do atropelamento em Belford Roxo

BELFORD ROXO - Severino dos Santos, uma das vítimas do atropelamento que aconteceu na Avenida Automóvel Clube, próximo ao Parque São José, em Belford Roxo, morreu na tarde desta quarta-feira (27 de agosto), informou o Hospital da Posse, em Nova Iguaçu.

Ele era marido de Flávia dos Santos, de 24 anos, que morreu no local. De acordo com informações da 54ª DP (Belford Roxox), o corpo de Flávia demorou aproximadamente oito horas para ser retirado do local.

O acidente ocorreu por volta das 4h45 desta segunda-feira (25 de agosto), mas o caso só foi comunicado à delegacia às 9h14. Às 9h39 a perícia foi acionada para o local do fato. Os peritos estavam fazendo outros dois locais e chegaram a cena do acidente por volta das 12h. Às 11h o delegado de plantão na 54ª DP esteve no ponto onde ocorreu o acidente para localizar testemunhas que pudessem ajudar a esclarecer o ocorrido.

Segundo a assessoria do hospital, o motorista Jonathan Palmeira Ribeiro da Silva, de 22 anos, outra vitima do acidente, segue em estado gravíssimo.

A delegacia instaurou inquérito para apurar o acidente e equipes da unidade estão em busca de testemunhas e câmeras de segurança que possam ajudar a esclarecer a dinâmica do fato. O delegado vai ouvir funcionários da auto escola e aguarda a liberação médica das vítimas sobreviventes para que elas prestem depoimento.

Flávia dos Santos trabalhava no comércio em Caxias e o marido era pedreiro. O casal morava com as duas filhas no Morro da Caixa D'Água, próximo ao local do acidente. O irmão de Severino, que tem o mesmo nome e trabalha como porteiro, que contou que foi avisado por telefone pela mulher. Ao sair de casa, viu o carro já destruído no local do atropelamento e o corpo da cunhada.

Via G1 / Notícias de Belford Roxo

Traficantes assassinaram irmãs em Belford Roxo, diz suspeito preso à polícia

BELFORD ROXO - Um suspeito preso na manhã desta quarta-feira (27 de agosto) por agentes do Grupamento de Ações Táticas - GAT do 39ºBPM (Belford Roxo) contou aos policiais da Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) que as irmãs Ariane Oliveira de Souza, de 18 anos, e Jéssica Oliveira de Souza, de 23, foram assassinadas por traficantes de drogas nas favelas da Guacha e do Gogó da Ema, em Belford Roxo. 


'Gordinho' foi preso pelo GAT do 39ºBPM
Sandro da Silva, o Gordinho, de 19 anos, disse ainda que não participou da morte das irmãs. Ele foi levado para a 54ª DP (Belford Roxo) e ouvido pelos agentes da DHBF na delegacia.

O suspeito foi preso durante uma operação do 39º BPM (Belford Roxo) no Gogó da Ema e na Guacha para tentar localizar os assassinos das irmãs. Sandro estava, segundo os PMs, com munição e um carregador. A ação já terminou.


A polícia já sabe que Ariane e Jéssica saíram da Riosampa, em Nova Iguaçu, com três homens. Eles aparecem junto das irmãs em imagens gravadas pelos circuito de câmeras da casa de shows. Os corpos das irmãs foram encontrados abraçados, na madrugada de sábado (23 de agosto), numa rua de terra batida, na Av.Marcovadi, no bairro Nova Esperança, próximo ao Gogó da Ema. Uma das linhas de investigação é de que as irmãs possam ter sido mortas por engano.



Os agentes da DHBF planejam reconstituir os últimos passos de Ariane e Jéssica. Eles já sabem que as irmãs foram assaltadas na noite de sexta (22), quando estavam a caminho da Riosampa - as duas costumavam ir a pé até a casa de shows. Elas tiveram os celulares levados, mas não desistiram da noitada.



Segundo o delegado Pedro Medina, titular da Divisão de Homicídios da Baixada, além das imagens, depoimentos de parentes, testemunhas e amigos das vítimas serão essenciais para se chegar aos criminosos.

Jéssica trabalhava como cabeleireira e era mãe de um menino de 8 anos. Ariane era estudante. As duas foram sepultadas juntas, na segunda-feira, no Cemitério Municipal de Belford Roxo (Solidão). Um ônibus saiu de Heliópolis, onde as irmãs moravam, com dezenas de moradores. Elas levaram tiros na cabeça. Exames do Instituto Médico-Legal (IML) indicarão se Ariane e Jéssica foram violentadas, o que é uma desconfiança da polícia.



Via Extra / Editado por Notícias de Belford Roxo